tvmais

em parceria com a Activa

Perfil

Famosos

Rita Pereira recebe os aplausos do namorado e da família no teatro

'Fico mais nervosa por eles estarem na plateia', confessa a atriz.

tvmais

José Oliveira

Um raro momento na vida de Rita Pereira. Ao contrário do que é habitual, a família juntou-se para ver a atriz a atuar na estreia da peça “Os 39 Degraus”. O pai, Rui, e a mãe, Maria João, que são separados, a irmã, Joana, e o namorado, Guillaume Lallung, estiveram no Teatro Armando Cortez, em Lisboa, para assistir a esta comédia de Alfred Hitchcock. Todos aplaudiram de pé a atriz no final da atuação, mas Rita rejeitou posar ao lado da família.

Fotos: António Bernardo

A atriz admite que a estreia desta comédia correu muito bem, mas a presença de tantos familiares e amigos deixou-a nervosa: “Os meus amigos e familiares na plateia valeram-me uns nervos absolutos, se eles não estivessem eu não estava nervosa. Podem estar dez milhões de pessoas na plateia que se não souber quem são estou tranquila. Mas basta estar um familiar meu que tremo dos pés à cabeça! Ainda assim, é muito importante tê-los cá”, começa por referir Rita Pereira, que estava há meses ansiosa com a estreia. “Foi um descarregar de nervos enorme, estava muito ansiosa, é difícil estar muito tempo a ensaiar e ainda ninguém viu, então hoje era a entrega destes meses todos de trabalho!”

A atriz descreveu, em seguida, as dificuldades em fazer “Os 39 Degraus”: “É um trabalho muito puxado, tanto a nível mental como físico. O maior desafio para mim foi ficar em prancha [reta e estável, isto é, sem se mexer] durante 17 minutos [uma das suas personagens é assassinada]. Depois, trocar as personagens, regressar a elas e ter em mente a mudança de voz, de postura ou de atitude”, refere Rita Pereira.


A atriz diz-se fã deste registo cómico. “É muito raro fazê-lo em televisão. Esta foi uma das razões para aceitar este convite, tinha de voltar a um palco e rir. Tenho muito orgulho em mostrar à minha família e amigos a minha interpretação!”, remata.