tvmais

em parceria com a Activa

Perfil

Famosos

Sofia Ribeiro entusiasmada com regresso às novelas: 'Sinto-me com mais vontade de viver'

A atriz está feliz por interpretar Soraia, uma cigana cheia de personalidade em 'A Herdeira', a novela que é um marco na sua vida.

tvmais

Luis Coelho

No topo da colina, nos estúdios da Plural, em Bucelas, o sol está quente às 10.30 h da manhã. A equipa de “A Herdeira” está a postos para o início das gravações no acampamento cigano e Sofia Ribeiro, 32 anos, já caminha por ali com os seus trajes coloridos e o leque que usa para refrescar o rosto.


Em “A Herdeira”, a próxima novela das noites da TVI, a atriz será Soraia, uma cigana cheia de personalidade. “Está a ser muito interessante esta minha transformação. É uma personagem muito característica, muito particular, com trejeitos, formas de falar muito diferentes de mim”, conta Sofia, que, para ter o cabelo comprido, típico de uma mulher cigana, teve de colocar 400 extensões. “Foram dez horas sentadas numa cadeira, mas está lindo”, diz, tocando nos fios com carinho. O visual e também a atitude da atriz tem agradado à comunidade que está a fazer figuração na novela. “Temos a trabalhar connosco alguns ciganos e dizem que pareço um deles. Acho que é dos melhores elogios que posso receber”, conta, entusiasmada com esta novela que, acredita, pode servir para “desmistificar um povo tantas vezes ostracizado”.


Esta produção tem um sabor ainda mais especial para a atriz. Há quase dois anos, foi obrigada a sair da novela “Santa Bárbara”, depois de ter descoberto que estava com cancro da mama. O regresso à televisão está a ser, por isso, muito especial. “Não havia como não ser emocionante voltar a esta casa pela forma como saí”, diz a atriz, que garante ter ainda mais garra e determinação. “Sinto-me com muito mais vontade de viver e de fazer o melhor possível, o que diz respeito à minha vida e ao meu trabalho.”


A atriz, que se estreou em 2007 com o papel de Luna em “Morangos com Açúcar”, tem contado com o apoio dos colegas neste regresso. “Tenho sido muito mimada e cuidada, tal como fui há dois anos quando tive de sair. É muito bom ir ao refeitório e as senhoras saírem da cozinha para, de lágrimas nos olhos, me darem um abraço. Enche o coração”, conta Sofia Ribeiro.


Os fãs também foram muito importantes ao longo da sua luta e, por isso, ela foi partilhando nas redes sociais as várias fases da doença, até mesmo quando teve de cortar o cabelo e fazer as sessões de quimioterapia. Hoje, Sofia não tem dúvidas que tem sido um exemplo. “Sinto naturalmente que todos, na nossa vida, procuramos referências e julgo que tenho sido uma para algumas pessoas, o que me deixa muito orgulhosa. Se conseguir ajudar alguém, isso deixa-me muito feliz”, remata com um sorriso nos lábios e tranquila em relação ao futuro.

Luis Coelho