tvmais

em parceria com a Activa

Perfil

Famosos

Maria Vieira fala de assédio no meio artístico português

A atriz fez uma publicação a condenar quem pratica este crime.

tvmais

José Oliveira

Maria Vieira fez uma publicação para condenar os grandes nomes de Hollywood que foram estão ligados a casos de assédio sexual. Revoltada com a situação, a atriz acabou mesmo por denunciar que este crime também existe no meio artístico português, apesar de não se falar sobre tal.

Leia o texto que Maria Vieira publicou nas redes sociais na íntegra:

O predador Harvey Weinstein está a poucas horas de ser preso depois das dezenas de denúncias relativas aos seus crimes de assédio sexual; Kevin Spacey é acusado de pedofilia e assédio sexual sobre vários jovens e menores do sexo masculino, Dustin Hoffman também é acusado de assédio sexual continuado desde há dezenas de anos e tantos mas tantos realizadores, produtores e actores americanos de destaque como por exemplo James Toback, seguem sendo acusados de crimes nojentos portanta gente, crimes que nos fazem pensar sobre quem são aquelas pessoas milionárias e supostamente «fofinhas» e «pseudo-esquerdistas» que dominam Hollywood e que na realidade são apenas mentirosos e criminosos da pior espécie! Mas não é só em Hollywood que se passam estas atrocidades; um pouco por todo o mundo e também em Portugal tem muita gente em liberdade por ter cometido o mesmo tipo de crimes (muitos deles até foram ilibados de acusações semelhantes...) mas que continuam livres como «passarinhos», praticando impunemente as mesmas acções, até porque este governo socialista agora no poder jamais se decidirá a apurar e a investigar seriamente estes crimes hediondos porque porventura não lhes convém semelhante investigação que iria apurar coisas muito complicadas e de difícil resolução, coisas que toda a gente do meio artístico nacional e não só, sabem que existem e que são reais mas que carecem de coragem por parte das vítimas e de toda a gente que sabe o que essa gente fez e continua a fazer e ainda assim não se sentem seguras para denunciar...