tvmais

em parceria com a Activa

Perfil

Televisão

Rita Pereira acusada de exibicionismo por Miguel Sousa Tavares

Por ocasião dos 15 anos de existência do Facebook, a atriz e o comentador estiveram num debate sobre redes sociais no "Jornal das 8".

tvmais

Arquivo

Esta segunda-feira, dia 4, Rita Pereira e Miguel Sousa Tavares e Nuno Ribeiro, da Fabernovel, estiveram no "Jornal das 8", da TVI, para um debate sobre redes sociais na sequência do 15º aniversário do Facebook. Com moderação do jornalista Pedro Pinto, falou-se sobre as vantagens, perigos e desafios das redes sociais. As opiniões sobre o tema divergiram.

Com uma conta de Instagram de sucesso, Rita Pereira, que tem mais de um milhão de seguidores, começou por dizer que usa as redes sociais para se dar a conhecer ao público e, assim, afastar-se da ideia das personagens que interpreta. "Serve para nos darmos a conhecer enquanto seres humanos e não apenas personagens. É importante para mim que o público saiba quem é que eu sou enquanto pessoa porque também é por causa do público que eu tenho a vida que tenho. Também é por causa do público que eu sou atriz. Portanto é quase uma forma de gratidão eu também lhes dar algum bocadinho da minha vida pessoal”, disse a atriz, afirmando que esta também é uma forma de se defender de algumas notícias que vão surgindo.

Perante tal discurso, Miguel Sousa Tavares reage: "Estava a ouvir a Rita e sorri quando ela disse que está no Facebook para se dar a conhecer, como se precisasse. Oh Rita, por amor de Deus”. O comentador acredita que as redes sociais prejudicam a imprensa: "Achei graça a uma coisa no discurso da Rita que é o seguinte: ela disse que está nas redes sociais para se defender da imprensa e justamente as redes sociais são a maior ameaça da imprensa livre. De duas maneiras: primeiro porque desviou as pessoas da imprensa, segundo porque publicam noticias falsas [...] E terceiro: porque pessoas como a Rita atraem a publicidade dirigida através dos produtos, etc… e a publicidade dirigida é, hoje em dia, a principal fonte de publicidade. Essa publicidade está a sair dos orgãos de comunicação habituais e está a levá-los à falência”.

Perante tais palavras, Rita Pereira defendeu-se: “Mas nós, também enchemos os orgãos de comunicação normais. Eu também saio num Expresso, também saio numa Sábado, ok? E vão buscar às minhas redes sociais aquela matéria da qual estão a falar. Portanto eu também os ajudo a vender mais. Com a fotografia que eu quero e com as palavras que eu quero. Hoje em dia, 90% do que eu leio, sobre mim, vem das minhas redes sociais”. Neste momento, Miguel Sousa Tavares pergunta à atriz se esta não confia em nenhum jornalista. Perante tal questão, Rita responde: “Ao longo destes 16 anos tenho dois jornalistas nos quais eu confio”.

De seguida, Miguel Sousa Tavares fala sobre a questão de preservar a vida privada do olhar público. "Quando comecei a trabalhar em televisão eu entendi que a parte principal que eu tinha de defender era o que me registava de privacidade. Era fechar a porta de minha casa e ali ninguém entra. Ao contrário da Rita, eu pago o que for preciso para que ninguém saiba quem eu sou”. Perante tais palavras do comentador, a atriz salienta que nunca expôs a família nas suas páginas: "A minha vida vai muito para além do que mostro nas redes sociais. Eu não mostro tudo. Ninguém nunca viu a cara do meu pai, da minha mãe ou da minha irmã."

De seguida, Miguel Sousa Tavares questiona a necessidade de algumas pessoas sentirem necessidade de colocarem online tudo o que fazem: “A pessoa vai de férias. Porque é que tem de publicar no Instagram ‘Olhem eu aqui na Jamaica a tomar banhos de praia’? O que é que eu tenho a ver com isso?". Rita fala sobre o direito de publicar o que bem entender, com o comentador a reagir: “Claro que vocês têm o direito, e claro que há um público para isso. Quando alguém exibe alguma coisa é porque há alguém que gosta de ver. De um lado chama-se exibicionismo, desculpe que lhe diga, do outro chama-se voyeurismo”. Desta forma, fica implícito que o comentador acusou a atriz de se exibir nas suas redes.

No final da conversa, Rita Pereira garante a Pedro Pinto que pretende continuar a apostar nas redes sociais, deixando ainda no ar um novo objetivo: "Agora tenho um outro objetivo: conseguir levar o Miguel para as redes sociais. Perante as palavras convictas do comentador, resta saber se a atriz vai ser capaz de provocar esta mudança.

Recorde ainda no vídeo, Rita Pereira faz sugestão de negócio para mulheres que estão em fase de pós-parto.