tvmais

em parceria com a Activa

Perfil

Televisão

Trabalhadores da produtora Plural estão em greve

Ana Sofia Martins, Joaquim Horta, Susana Arrais, Sofia Baessa e Joana de Verona unem-se aos colegas neste protesto.

tvmais

1 / 5

DR

2 / 5

DR

3 / 5

DR

4 / 5

DR

5 / 5

DR

Após a vitória de "Ouro Verde" na cerimónia dos International Emmy Awards começou-se a ouvir falar em precariedade na Plural Entertainment. Na altura, Ana Sofia Martins foi uma das estrelas que celebrou esta vitória, fazendo ainda questão de recordar que os trabalhadores da produtora necessitam de melhores condições laborais. Esta terça-feira, dia 4, o descontentamento deu origem a uma greve.

Os trabalhores da Plural iniciaram uma greve que tem fim anunciado para a próxima segunda-feira, dia 9. Segundo o que o Sindicato dos Trabalhadores de Espetáculos, do Audiovisual e dos Músicos diz em comunicado, os funcionários deste grupo "não estão a ser valorizados nem respeitados naquilo que são os seus direitos laborais e decidiram, por isso, iniciar um período de greve".

No mesmo comunicado é possível ficar-se a conhecer as reivindicações: "Redução do Período Normal de Trabalho (PNT), que atualmente, atinge as 11h de trabalho, durante a maioria dos dias da semana, do mês e do ano. Estes horários de trabalho são justificados pela empresa com o pagamento de um subsídio de Isenção de Horário de Trabalho, na modalidade que vulgarmente se identifica como IHT total. Ou seja, entende a empresa que a única coisa a respeitar são as 11h de descanso entre dois dias de trabalho – o que ainda assim nem sempre é cumprido". É ainda referido que este setor "movimenta milhões" e, por isso, tem meios para dar melhores condições laborais.

O Sindicato assegura que os trabalhadores tentaram chegar a um acordo com a Media Capital, mas a reunião marcada para o dia 27 de novembro acabou por ser declinada pelo grupo. Como tal, seguiu-se a greve, de modo a que os trabalhadores sejam "valorizados e respeitados" no futuro. "É por causa do seu trabalho que os espectadores ligam a televisão", recorda o Sindicato.

Ana Sofia Martins, Joaquim Horta, Susana Arrais, Sofia Baessa e Joana de Verona foram algumas das estrelas que demonstraram apoio aos colegas nesta greve.